Autenticar
Main menu

A AEG utiliza cookies para o melhor funcionamento do portal.

O uso deste site implica a aceitaçom do uso das ditas cookies. Podes obter mais informaçom aqui

Aceitar
A propósito de 'Os Apelidos en Galego: Orientacións para a súa Normalización', da Real Academia Galega https://pixabay.com/pt/users/TanteTati-77004/

A propósito de 'Os Apelidos en Galego: Orientacións para a súa Normalización', da Real Academia Galega

Comunicado da Comissom Lingüística da Associaçom de Estudos Galegos.

Comunicado da Comissom Lingüística da Associaçom de Estudos Galegos a propósito de 'Os Apelidos en Galego: Orientacións para a súa Normalización', da Real Academia Galega (RAG)

Mediante o presente comunicado, a Comissom Lingüística da Associaçom de Estudos Galegos (CL-AEG) deseja denunciar perante a opiniom pública da Galiza a incompetência técnica que patenteia o opúsculo Os Apelidos en Galego: Orientacións para a súa Normalización, elaborado e recentemente divulgado pola Real Academia Galega (RAG). Se bem que a CL-AEG nom questione a oportunidade de umha tal publicaçom ­—que visa, em princípio, divulgar a forma genuína e correta dos apelidos galegos, tam freqüentemente deturpados nesta altura por causa da histórica subordinaçom sociocultural do galego frente ao castelhano—, essa incompetência técnica determina, na prática, como aqui veremos, que tal iniciativa, longe de contribuir para umha eficaz regeneraçom onomástica, esteja condenada de antemao ao fracasso efetivo, à inoperáncia social, e, no melhor dos casos, fomente a introduçom ou a preservaçom nos nossos apelidos de alguns traços de duvidosa galeguidade.

Em primeiro lugar, à vista do opúsculo da RAG, infere-se que esta nom sabe distinguir entre onomástica galega e foránea, pois, na sua relaçom, inclui apelidos que, claramente, nom som galegos, como Díez, Ferrer (catalám, equivalente ao galego Ferreiro), Muñoz ou Sáez, além de incorrer em verdadeiros dislates, ao validar formas patentemente espúrias, como *Abal (por Da Val), ou *Vázquez (derivado do prenome Vasco, e nom *Vazco), ou *Velo (por Belo).

Em segundo lugar, refiramo-nos à importante questom da presença da letra j e das seqüências ge,i nos apelidos galegos. Na página 18 do opúsculo da RAG afirma-se que «A utilización destas grafías <j> ou <g+ e,i> en calquera deses casos débense [sic] ao castelán, non á continuidade das grafías históricas, e implica a pronuncia do fonema castelán /x/ (fricativo velar xordo), no canto do /∫/ (postalveolar).» A opiniom pública deve saber que esta asseveraçom é duplamente falsa, já que a) em bastantes casos (mas nom em todos), a ocorrência nos atuais apelidos galegos do j e das seqüências ge,i se deve à conservaçom, ao longo dos séculos, da grafia etimológica original, presente já no galego da Idade Média (o único, até agora, de vida normalizada), como acontece, por exemplo, em Araújo, Feijó, Gestoso, Janeiro, Juiz, Justo, Queijeiro, Rajói, Tojo, etc. (cousa diferente é que essa continuidade histórica nom se tenha visto interrompida graças à circunstáncia de a grafia genuína e etimológica com j e ge,i [mas nom a correspondente pronúncia correta!] ser tolerada polo castelhano); b) a ocorrência nos atuais apelidos galegos da letra j e das seqüências ge,i etimológicas nom implica a sua realizaçom fónica com o fonema do jota castelhano; para se evitar essa aberrante pronúncia, chega com informar e, nos casos pertinentes, instruir os galegos no sentido de deverem pronunciar essa letra e essas seqüências (etimológicas), nos apelidos galegos, com o fonema pós-alveolar galego, quer dizer, com o mesmo fonema que o xis tem naqueloutros apelidos galegos que, por causa da etimologia e da história da língua, estes si, devem grafar-se com x, como Freixo ou Seixo.

De facto, dado que, conforme a legislaçom espanhola, a mudança ortográfica dos apelidos fica sujeita à vontade de cada pessoa, é a estratégia social, nom individualista, baseada na correspondente informaçom e instruçom de pronúncia correta, e que nom demanda a alteraçom das grafias etimológicas, a que, na prática, garante os melhores resultados regeneradores a nível social. Falando com clareza, pode dizer-se que aqui, com as suas disposiçons, a RAG parece ficar à espera de Alberto N. Feijó e Mariano Rajói mudarem no julgado a grafia dos seus apelidos (a qual, de facto, já está correta com jota), antes de ela nos dizer que já os podemos pronunciar corretamente, à galega (longa espera desesperançosa!), de modo que, assim, também, a RAG parece estar a justificar, ou a tolerar, a aberrante pronúncia castelhana que, por exemplo, os locutores da TVG e da Rádio Galega continuam a perpetrar dos numerosos apelidos galegos que apresentam —em muitos casos, de modo genuíno, por motivos etimológicos— ­a letra j ou as seqüências ge,i.

Ora bem, se no caso ­da presença nos nossos apelidos da letra j e das seqüências ge,i a RAG nos pede umha intervençom que, como vimos, em muitos casos se revela gratuita e, globalmente, de efeitos contraproducentes, já noutros ámbitos aquela peca por omissom, por falta de umha intervençom indispensável para conferir coerência interna à grafia dos apelidos galegos. Assim, em primeiro lugar, como é possível que a RAG nom demande a regularizaçom da grafia (e da pronúncia) em –es (ou –is) dos apelidos galegos patronímicos terminados hoje em –ez (*Gómez > Gomes, *Núñez > Nunes, *Pérez > Peres, *Rodríguez > Rodrigues), quando essa grafia castelhanizante colide com a circunstáncia de na Idade Média terem sido muito freqüentes as formas com –es e, sobretodo, com o facto de nom haver hoje em (bom) galego sílabas átonas terminadas em –z (cf. alferes, biscoito, esquerdo, jasmim, jaspe, lápis, mesquita, ourives, pomes, etc.)? Como é que, para a RAG, só terminam em –s os patronímicos Bieites, Eanes e Pais? A única razom para tal é que apelidos como estes últimos nom fôrom identificados como castelhanos (Benítez, Yáñez e Peláez ficavam longe), polo que a sua grafia original e coerente, com –s, nom foi castelhanizada!

Em segundo lugar, em contra do afirmado pola RAG (pág. 19), num galego que queira reputar-se de genuíno, nom é admissível a soldadura gráfica, nos apelidos compostos, do nexo preposicional com artigo ao correspondente substantivo (ex.: *Dacruz, *Dacuña, *Doval(e)). Em beneficio da clareza, da identificaçom dos correspondentes componentes vocabulares, da harmonizaçom com as variedades lusitana e brasileira do galego-português e, em geral, da harmonizaçom internacional com outros ámbitos idiomáticos (cf. Del Riego, De la Cruz; De Vries, Van Lawick; Von Armin, Von der Leyen...), deve prescrever-se a escrita independente desses dous componentes dos apelidos galegos: Da Cruz, Da Cunha, Da Silva, Do Campo, Do Souto, Do Val(e), etc. (escritos da Cruz, etc., quando precedidos de prenome ou primeiro apelido, aspeto em que erra o opúsculo da RAG).

Se a umha marcada incompetência técnica dos membros da RAG cabe atribuirmos, por conseguinte, os dislates aqui assinalados, e muitos outros que por falta de espaço omitimos, também devemos lamentar, por um lado, a linguagem taxativa e excludente com que a RAG redige este opúsculo sobre os apelidos, pois nele continua sem reconhecer a existência e o caráter profundamente galego e galeguista do movimento reintegracionista —o qual propom, com bases etimológicas e históricas perfeitamente razoáveis, a conservaçom, nos apelidos galegos em que forem oportunas, e com a pronúncia galega, da letra j e das seqüências ge,i—, e, por outro lado, a sua atitude obscenamente hipócrita, já que a RAG aqui exorta os galegos a restaurarem a galeguidade dos seus apelidos, quando a maior parte dos seus membros utiliza os apelidos próprios deturpados, castelhanizados, a começar polo seu presidente, o senhor Xesús Alonso Montero [sic], quem, no cúmulo da incoerência1, assina dessa forma o prólogo ao opúsculo dos apelidos, enquanto, na sua parte dispositiva, esse texto, com razom, pede para corrigirmos os *Alonso em Afonso, e os *Montero em Monteiro!

Enfim, frente a esta berrante falta de competência técnica da RAG —a qual, com este deficiente opúsculo, talvez esteja, de facto, a complicar a galeguizaçom legal dos apelidos até agora protagonizada (em solitário, sem qualquer apoio do oficialismo) polo ativismo lingüístico—, a CL-AEG, como órgao académico do reintegracionismo de padrom galego, continuará a assessorar com conhecimento e sinceridade toda a cidadania galega interessada na restauraçom plena da nossa onomástica, tarefa em que, aliás, se enquadra a elaboraçom de um prontuário de apelidos galegos que, já encetado, aquela em breve disponibilizará.

Em Santiago de Compostela, a 6 de março de 2017

 

1 Observe-se, aliás, a incompetência pessoal do presidente da RAG, Xesús Alonso Montero, quem, no Prólogo do opúsculo, utiliza (pág. 7) a forma castelhanizante *Caurel em vez da correta Courel (de resto, a proposta no próprio DRAG [s.v. “courelao”]!), escreve (pág. 7) *avelaneira (no DRAG, abeleira e abraira) e coloca mal o pronome átono na seguinte oraçom (pág. 8): *«Villarino, que a algúns sóalles moi fino, é [...].»! Também nom fai caso do dicionário da RAG neste opúsculo Ana Isabel Boullón Agrelo, membro da RAG, quem erradamente escreve (pág. 11) *a nada, enquanto o DRAG prescreve, justificadamente, o nada (v. DRAG: s.v. “nada3,4”).

Última modificação emSegunda, 10 Julho 2017 18:06
Avalie este item
(11 votos)

453 comentários

  • Hectorten
    Hectorten Segunda, 21 Agosto 2023 04:59 Link do comentário

    This is nicely put. !
    naukri resume writing service review essay writing service dublin best essay writing service student essay writing what is best essay writing service will writing service horley write my paper co need someone to write my research paper write my english paper will you write my paper for me

  • Hectorten
    Hectorten Domingo, 20 Agosto 2023 06:19 Link do comentário

    Beneficial tips. Thank you.
    essay writing help dissertation writing help custom dissertations writing dissertation service phd dissertation proposal writing a descriptive essay phd subject writing dissertation abstracts uk dissertation writing read dissertations online

  • Hectorten
    Hectorten Sábado, 19 Agosto 2023 07:47 Link do comentário

    Incredible plenty of excellent advice!
    essay writing helper free dissertation research accounting dissertation help help with dissertations masters dissertation help french essay writing service dissertation help in dubai history dissertation help dissertation writing service in uk write dissertation for me

  • Clarkunfig
    Clarkunfig Sexta, 04 Agosto 2023 18:50 Link do comentário

    MEGAWIN
    https://telegra.ph/MEGAWIN-07-31
    Exploring MEGAWIN Casino: A Premier Online Gaming Experience

    Introduction

    In the rapidly evolving world of online casinos, MEGAWIN stands out as a prominent player, offering a top-notch gaming experience to players worldwide. Boasting an impressive collection of games, generous promotions, and a user-friendly platform, MEGAWIN has gained a reputation as a reliable and entertaining online casino destination. In this article, we will delve into the key features that make MEGAWIN Casino a popular choice among gamers.

    Game Variety and Software Providers

    from a respected regulatory authority, which ensures that the casino adheres to strict standards of fairness and transparency. The games' outcomes are determined by a certified random number generator (RNG), guaranteeing fair play for all users.

  • Clarkunfig
    Clarkunfig Quarta, 02 Agosto 2023 12:43 Link do comentário

    https://telegra.ph/MEGAWIN-07-31
    Exploring MEGAWIN Casino: A Premier Online Gaming Experience

    Introduction

    In the rapidly evolving world of online casinos, MEGAWIN stands out as a prominent player, offering a top-notch gaming experience to players worldwide. Boasting an impressive collection of games, generous promotions, and a user-friendly platform, MEGAWIN has gained a reputation as a reliable and entertaining online casino destination. In this article, we will delve into the key features that make MEGAWIN Casino a popular choice among gamers.

    Game Variety and Software Providers

    One of the cornerstones of MEGAWIN's success is its vast and diverse game library. Catering to the preferences of different players, the casino hosts an array of slots, table games, live dealer games, and more. Whether you're a fan of classic slots or modern video slots with immersive themes and captivating visuals, MEGAWIN has something to offer.

    To deliver such a vast selection of games, the casino collaborates with some of the most renowned software providers in the industry. Partnerships with companies like Microgaming, NetEnt, Playtech, and Evolution Gaming ensure that players can enjoy high-quality, fair, and engaging gameplay.

    User-Friendly Interface

    Navigating through MEGAWIN's website is a breeze, even for those new to online casinos. The user-friendly interface is designed to provide a seamless gaming experience. The website's layout is intuitive, making it easy to find your favorite games, access promotions, and manage your account.

    Additionally, MEGAWIN Casino ensures that its platform is optimized for both desktop and mobile devices. This means players can enjoy their favorite games on the go, without sacrificing the quality of gameplay.

    Security and Fair Play

    A crucial aspect of any reputable online casino is ensuring the safety and security of its players. MEGAWIN takes this responsibility seriously and employs the latest SSL encryption technology to protect sensitive data and financial transactions. Players can rest assured that their personal information remains confidential and secure.

    Furthermore, MEGAWIN operates with a valid gambling license from a respected regulatory authority, which ensures that the casino adheres to strict standards of fairness and transparency. The games' outcomes are determined by a certified random number generator (RNG), guaranteeing fair play for all users.

  • Hectorten
    Hectorten Terça, 01 Agosto 2023 17:23 Link do comentário

    You actually said this superbly!
    custom report writing service bulk article writing service mba application essay writing service

  • Ernasthoupe
    Ernasthoupe Sexta, 28 Julho 2023 14:21 Link do comentário

    You said it perfectly.!
    essay writing service cheap essay writing services best college paper writing service

  • Smoomma
    Smoomma Segunda, 24 Julho 2023 04:28 Link do comentário

    propecia or rogaine Wu C Adverse Drug Reactions in the Emergency Department Population in Ontario Analysis of National Ambulatory Care Reporting System and Discharge Abstract Database 2003 2007

  • drugs from canada without prescription
  • online pharmacy medications

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

voltar ao topo

Facebook Twitter RSS Global